colírio

colírio

ei, colírio

quero um poema novo

todo dia, não,

mas hoje mesmo.

(( baby, depois falamos ))

teu delírio

talvez tenha sido outro

não hoje, todo

o mesmo mais do mesmo.

– k.f. 

Anúncios

Autor: katherinefunke

http://twitter.com/micronotas