Error repeaters

tumblr_inline_nfa7k7bIah1rnn8k2

O quanto se pode fugir da solitude eu não sei, sei que não adianta buscar companhia besta pra ficar dizendo platitudes. Isso não leva a nada, ao contrário, cansa de um jeito insuportável. Gosto de cortar esse tipo de mal pela raiz, por isso disse logo: coisa estranha você me ligar na hora do meu trabalho e ficar falando sem parar. Não posso ouvir mais uma palavra, estou ocupadíssima.

A probabilidade de se acertar na vida deve ser tão pequena quanto a de ganhar na megasena.

Erráticos, errantes, error repeaters, estranhos errados e insignificantes.

A cada dois minutos checar o email fechar o laptop abrir o laptop a cada cinco minutos checar a timeline curtir alguma porra checar a timeline a cada hora gastar meia hora com o twitter a cada dois dias gastar um com pesquisas a cada pesquisa gastar uma vida inteira.

*

Próximo tema, urgente anotar antes do esquecimento provocado pela emissão de raios catalisadores da mente e reativadores do estado inicial: [ A PRIMEIRA VEZ QUE FEZ UMA COISA PELA PRIMEIRA VEZ SEM CONTAR PARA TODO MUNDO QUE FEZ E QUE ERA A PRIMEIRA VEZ ]

*

Error repeaters. Em digital 10 x 15, portrait. Depois: muito difícil recuperar a dignidade como indivíduo. Em analógico, 20 decibéis, em público. A ruiva no restaurante falando em voz alta de si mesma. No megafone formado pelos seus lábios de cinco centímetros de largura: “a gente sempre se vê nas festas da igreja mas eu não quero mais me casar com ele.”

O menino calado ouvia, cocacolando, cocacolando os cacos. A garota: “semana passada, por exemplo, fomos para um retiro espiritual, e dormimos no mesmo quarto. Sei lá, mas eu não senti nada, nada mesmo.” Ela sorria sozinha, celular na mão, a cada dois minutos checar a timeline a cada cinco minutos verificar o whatsapp a cada segundo sentir de novo o toque no escuro, o toque do menino da igreja no escuro.

A cocacolice do amigo dava nos nervos, nunca acabava e o cara olhava lá para dentro da lata, para o buraco mais escuro e próximo onde ele pudesse se esconder. Sei lá. Error repeaters. Sei lá.

Eles levantam para pagar a conta no caixa. O garoto deixa um caderno na mesa. Devolvo, mas abro antes: “O paradoxo da noite: quanto mais escuro, mais chances você tem de ver estrelas.”


publicado originalmente aqui no Ultralits – ultralits.tumblr.com

Anúncios

Autor: katherinefunke

http://twitter.com/micronotas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s