nossa oficina em Ilhéus

oficina-ilheus-primeirodia

FOTO: exercício de leitura de poesia à luz de Ezra Pound. Ao fundo, a biblioteca e a exposição de fotos: dois dos projetos da Associação Filtro dos Sonhos, de Ilhéus (BA). Na mesa, os alunos da oficina de criação literária que dei ali na semana passada, pelo projeto da Editora Casa Aberta Livros Artesanais, selecionado pelo Edital de Economia Criativa da Secult/BA. (Divulgação) 

DE EZRA A LYGIA

A Associação Filtro dos Sonhos funciona em uma garagem no Alto de São Sebastião. Da porta se vê o mar, a praia, a ladeira, as pessoas subindo com o queixo apontado pro alto, para ali mesmo, exatamente onde estamos sentados, trabalhando o texto. Um cheiro de mar sobe a ladeira junto, o sol bate à porta de tarde nesta época do ano. As pessoas sorriem quando vêem a porta aberta, as fotografias na parede de pedra, retratos de pessoas e locais importantes para a memória do bairro.

Às vezes, alguém fecha a porta da garagem e projeta um filme na parede. No nosso caso, vimos um conto de Lygia Fagundes Telles, um curta-metragem japonês (Atama Yama) e outro baiano (Carreto), e no escuro mesmo surgiram as primeiras perguntas, as  vontades de papel em branco e luz acesa para as ideias.

E no segundo dia a aluna Rava Midlej trouxe um filme seu, dezenove minutos de poesia, e até agora “penso mesmo é no meu sapato vermelho” (brinco aqui com umas palavras do filme, uma poesia de Rava declamada por José Delmo em uma cena que não me sai da cabeça).

Nesse ambiente tranquilo e acolhedor, exercitamos a criação literária, a sensibilidade e o ouvido durante quatro tardes, de 4 a 7/5 . Reservamos um dia para trabalhar poesia e dois para conto; o último, para uma finalização do material produzido. No caminho, subimos nos ombros de gigantes: de Ezra Pound a Paulo Leminski, de Anton Tchecov a Ernst Hemingway, de Virgínia Woolf a Lygia Fagundes Telles.

Voamos alto… As produções saíram tão boas (algumas delas já nasceram prontas e outras cresceram a partir das observações do grupo) que a maioria deve ser transformada em livro artesanal na próxima etapa do projeto, uma oficina de ilustração com Vânia Medeiros. O grupo já havia passado pela oficina de encadernação com Laura Castro, e um varal com algumas de suas criações pode ser visto ao fundo da foto abaixo.

lucia

FACES. Tem mais fotos das diferentes fases e faces da nossa oficina de quatro dias no perfil da Filtro dos Sonhos no Facebook. Esta em PB aí é da fotógrafa Ana Lee e foi um flagrante da nossa última tarde de trabalho, um momento de luz para Lúcia (nossa aluna mais nova, na foto com a mão no peito), destaque no grupo pela precocidade criativa.

Anúncios

Autor: katherinefunke

http://twitter.com/micronotas

2 comentários em “nossa oficina em Ilhéus”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s